em Formação

Intercessão é colocar-se no lugar do outro para pleitear sua causa; é colocar-se entre Deus e aquele por quem estamos pedindo, levando a Deus as necessidades da pessoa e buscando conseguir para a pessoa, o auxílio de Deus.

O intercessor é o que vai a Deus não por causa de si mesmo, mas por causa dos outros.

Ele se coloca numa posição de sacerdote, entre Deus e o homem, para pleitear a sua causa.

Col 4,2-3 – Perseverai na oração, velando nela com ações de graças, orando ao mesmo tempo também por nós…

Ez 22,30 – E busquei dentre eles um homem que levantasse o muro, e se pusesse na brecha perante mim por esta terra, para que eu não a destruísse; porém a ninguém achei.

Embora Deus seja soberano, pôs limites à sua ação em respeito ao seu livre arbítrio.

Deus está sempre pronto a agir, mas espera a sua solicitação, espera ser solicitado pela sua fé na pela sua certeza de que ele fará o impossível acontecer em sua vida pela sua súplica.

Como não é do seu desejo a ruína de homem algum, Deus convoca intercessores com quem Ele possa contar para executar seus eternos planos de amor.

Pela intercessão, servimos a Deus na evangelização do mundo, colaboramos com a missão de Jesus.
INTERCEDER É COMBATER

O primeiro aspecto da intercessão é de combate.

Por que combate na intercessão?

Saiba que não é Deus quem retém as bênçãos do Seu povo. Absolutamente não! Ele é a fonte das nossas bênçãos.

A IMPORTÂNCIA DO INTERCESSOR

Para que toda obra de Deus frutifique é imprescindível que existam pessoas comprometidas com a oração.

O intercessor é aquele que afinado com o Espírito Santo pleiteia a causa humana como se fosse sua, até que a situação se altere.

Ele tem o seu espírito afinado ao Espírito de Deus e consegue captar os pesos do Seu coração e se devota a orar por outros, sob Sua liderança, até que o cetro de Deus se levante, isto é, até que a causa seja ganha.

A intercessão visa alterar circunstâncias contrárias à vontade perfeita de Deus, levando-as a se harmonizarem com a mesma.

O cristão é o canal de Deus na terra, não só da proclamação da Sua Palavra, da Sua vontade e da obra de Redenção, mas também de intercessão.

Deus levanta hoje um verdadeiro exército de intercessores.

Ele está para trazer à Terra o maior derramamento do Espírito já testemunhado.

Para tanto, Seu Espírito traz ao Corpo de Cristo um peso de intercessão, pois a oração intercessória é a ferramenta usada por Ele para manifestar na vida dos homens Seus poderosos feitos.

Todo cristão é chamado a interceder, pois somos a Igreja, o corpo de Cristo.

Como Cristo é intercessor, aquele que se une a ele tem de ser necessariamente um intercessor.

ITm 2,1 – Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens.

Algumas pessoas têm o ministério de intercessão com unção e missão específicas.

Entretanto, para todos ela deve ser uma prioridade.

Interceder é compromisso com Deus.

O intercessor não pode deixar de interceder.

ISm 12,23 – E quanto a mim, longe de mim esteja o pecar contra o Senhor, deixando de orar por vos;…

Deus quer contar com você para que Seu Reino de amor se espalhe sobre a Terra.

CARACTERÍSTICAS DO INTERCESSOR

Amor – Fruto do Espírito, força de Deus;

Compaixão – O intercessor não deve julgar o irmão, a comunidade ou a causa pela qual intercede;

Identificação – Assume para si a dor e a necessidade do outro, da comunidade da nação ou da igreja;

Perseverança – Ora sem cessar;

Ousadia na fé – Pede, suplica, insiste porque crê na vitória. Acredita que Deus sabe tudo e fará o impossível acontecer;

Humildade – Sabe que se a oração é ouvida por Deus não é devido aos seus méritos, mas porque Deus é misericordioso;

Discernimento – Para fazer a vontade de Deus e para identificar se algo é humano, divino ou do Adversário. O Espírito Santo em nós é quem dá o discernimento, o qual vamos adquirindo à medida que buscamos uma maior comunhão com Deus, o Espírito e nos torna sensíveis à sua voz e a sua vontade;

Fidelidade – O intercessor fala e ora em linha com a revelação recebida pelo Espírito Santo.

Quando ele abre a boca para orar movido pelo Espírito, uma perfeita harmonia se estabelece entre o Céu e a terra, e isso é a fidelidade de Deus.

Obediência – É desencadeada a manifestação do poder de Deus, a proporção que você torna-se obediente a Ele e aos seu representantes aqui na terra, provocando uma mudança e uma manifestação do poder de Deus.

Últimos Artigos

Faça um comentário