em Formação

“Por isso, tive medo e fui esconder teu talento na terra” Mateus 25,25
Qual será a maior perda que podemos ter? Podemos refletir sobre vários motivos, mas desperdiçar o talento humano é a maior de todas as perdas. Embora a palavra “talento” se refira aqui na Bíblia, a uma unidade monetária, ela nos ajuda a refletir sobre o seu significado no mundo atual. Todos nós recebemos diferentes dons e talentos. O que importa não é a quantidade de talentos que possuímos, mas o que fazemos com eles. Para muitos, desenvolver os talentos é uma tarefa assustadora. Pessoas assim, tem medo de correr os riscos necessários para alcançar sucesso, porque temem fracassar. Pais muito rígidos, ausentes, causam insegurança na infância quando precisávamos contar nossos problemas. Assim, muitos de nós tivemos que aprender a resolver as questões emocionais sozinhos. Para muitos isso pode desencadear uma sensação de muita insegurança. Crianças pequenas precisam do apoio dos adultos para se sentirem seguros, pois podemos encontrar soluções para os problemas, mas por dentro sentimos um profundo desamparo. Isso cria uma falsa imagem de uma pessoa madura, auto suficiente, que não precisa de ajuda de ninguém. Muitas crianças podem ter um excelente desempenho escolar, impecável, mas desenvolvem uma “máscara” que encobre sentimentos de medo e insegurança, por se sentirem despreparadas para enfrentar os desafios que se apresentam. Ter a possibilidade de deixar que os outros nos conheçam, mesmo assumindo o risco de fracassar, nos causa uma sensação agradável. A origem do medo do fracasso quase sempre se encontra na crença de que temos algo a esconder ou quando acreditamos que, se nos mostrarmos como somos, nossas imperfeições serão notadas e causarão rejeição. Ocultar os talentos para evitar o fracasso não produz vida plena. É somente arriscando falhar que descobrimos que não somos perfeitos, mas que podemos sempre crescer e colocar em prática os dons que recebemos. Experimente.

Últimos Artigos

Faça um comentário