A Diocese de Rio Branco, no Acre, e a Arquidiocese de Porto Velho, em Rondônia, estão trazendo nestes dias 100 indígenas a Puerto Maldonado, no Peru, para o encontro com o Papa, no dia 19 de janeiro.

Ouça nesta reportagem Dom Joaquín Pertiñez, bispo da Diocese de Rio Branco, que, falando a Ronizia, da Pastoral do Acre, ressalta o significado da escolha do Papa Francisco de visitar a Amazônia e levar seu afeto aos povos que nela habitam.

De Porto Velho, virá a delegação mais numerosa, como conta Rose Padilha, coordenadora do CIMI na Amazônia Ocidental.

Desde o Acre, André Machado, Missionário da equipe Regional Amazônia Ocidental, está partindo com um grupo de Feijó. Ele nos fala do apoio que o Conselho Indigenista Missionário tem oferecido aos povos daquela região, sobretudo às comunidades mais isoladas.

Damos a voz à indígena Edna Shanenawa, que manda a sua mensagem ao Papa em nome dos 4 povos da área, esperando que o encontro chame a atenção para questões como a demarcação das terras, a saúde e a educação dos povos amazônicos. 

Por Cristiane Murray – Puerto Maldonado

Ouça a reportagem de Cristiane Murray:

Últimos Artigos

Faça um comentário