Nos grupos de oração carismáticos, é dominante a oração de louvor, esse louvor não deve ocorrer como esforço humano, mas como manifestação espontânea do Espírito Santo, que vai brotando como de uma fonte. O Espirito Santo é um Espírito de louvor. Onde o Espírito Santo está presente e se manifesta, o louvor jorra, envolve, cria um clima e atmosfera, sem necessidade de envolvimento humano. O louvor nas reuniões carismáticas é mais consequência da ação do Espírito Santo, do que o empenho da mente humana. Que é oração de louvor? Que é louvar? Louvar é aplaudir, elogiar, parabenizar, é falar bem de alguém, engrandecer e exaltar. Louvar é elogiar a Deus, Pai, Filho, Espírito Santo por Suas obras maravilhosas, no mundo e em cada um de nós. São inúmeros motivos que temos para louvar a Deus: por aquilo que Ele é, por aquilo que Ele fez e faz e por aquilo que Ele nos fez e nos faz. A oração de louvor é tão antiga quanto a criação e o próprio sentido da vida do homem. Para que o homem foi criado? Deus o criou para fazê-lo participante de Sua vida, de Seu amore de Sua felicidade. O homem criado sentindo-se feliz, daria a Deus uma manifestação e resposta de louvor e adoração. O louvor jorraria naturalmente do coração. A liturgia da Igreja, por si mesma, tem como um dos seus grandes objetivos levar o povo ao louvor a Deus. A Eucaristia por si mesma, é o maior gesto de louvor que nos foi dado, por Jesus. Oração de louvor é poderosa, libertadora, que gera alegria e otimismo e gera o amor de Deus. Para que possamos participar vivamente de uma oração carismática, devemos aprender, exercitar e viver uma vida maravilhosa, poderosa e sublime na oração de louvor. Ensinemos a todos inclusive as crianças, a louvar a Deus por tudo, criando nos corações, uma manifestação de alegria e gratidão

Faça um comentário

Outras Formações