Foi no dia 11 de fevereiro de 1858, que a Santíssima Virgem Maria apareceu à pequena Bernadete Soubirous, suas aparições aconteceram na gruta de Massabielle em Lourdes na França e em casa aparição seu pedido a Igreja era para viver a oração, penitência e pela conversão do pecadores. Em sua primeira aparição a Bernadete, Maria incia seu encontro com Sinal da Cruz, como se quisesse nos lembrar da força do amor de Deus, amor este que Ela mesma veio revelar. É este amor que abrasa o coração da pequena Bernadete que sai daquele primeiro encontro revigorada, ela que estava passando tantas dificuldades em sua família, pela pobreza e enfermidades. Durante as várias aparições, nada aconteceu entre Nossa Senhora e Bernadete somente a oração. Em Lourdes, ” Maria vem recordar-nos que a oração, intensa e humilde, confidente e perseverante, deve ter um lugar central na nossa vida cristã. A oração é indispensável para acolher a força de Cristo”. Trata-se de uma atitude indispensável a quem está disposto a amar generosamente ao Senhor.

Na sua terceira mensagem em Lourdes, Nossa Senhora pediu pelo exército da penitência. Algo em comum com outras aparições Marianas, aonde a Mãe Santíssima vem pedir a nós seus filhos que façamos algo pelo bem do Reino e pela conversão das alma, deixando claro que suas aparições não são somente para revelar o futuro, mas para pedir a nós postura nova, vida nova. Tantos que as realidades antevistas por Nossa Senhora para o futuro sempre nos traz condições: acontecerão se não fizer penitência. Também nesta aparição Nossa Senhora faz uma promessa importante, cujo conteúdo deve ser levado muito a sério por todos os católicos que é: “Não prometo fazer-lhe feliz neste mundo, mas no outro”. Já na nona aparição, Nossa Senhora manda Bernadete escava o chão e ali, na gruta de Massabielle, surge ma fonte de água. Trata-se de um convite aos fiéis para renovarem o seu batismo e, ao mesmo tempo, se uma oportunidade para comprovar a veracidade das aparições: são muitíssimos os milagres operados por Deus nas águas de Lourdes, em um desses eventos extraordinários, uma mulher tuberculosa, já no último estágio da doença, foi milagrosamente curada, depois de ser imersa na água da gruta.

Ainda houve várias aparições de Nossa Senhora a Bernadete, sempre com o objetivo de levar os fiéis a oração, penitência e conversão. Certamente Nossa Senhora está a cumprir seu papel de ser a ‘seta’ que indica Jesus, sempre renovando o pedido que nos fez em Bodas de Canãa “Fazei tudo o que Ele vos disser” (Jo 2). Ensinando a todos nós que Ela é a serva do Senhor e que nós também somos.

Comunidade Anuncia-Me

Somos leigos consagrados, nossa missão é anunciar o evangelho a toda criatura, alem do nosso projeto social Espaço Vida, visando a recuperação do ser humano como um todo.

Últimos Artigos

Faça um comentário