Rezar é lutar

O Papa Francisco afirmou que rezar é lutar e deixar que também o Espírito Santo reze em nós. O Santo Padre recordou o valor da oração na celebração de canonização de sete novos santos que “combateram a boa batalha da fé e do amor com a oração”.
O martírio e a proximidade aos pobres e aos doentes. É este o caráter comum que une os sete novos santos proclamados por Francisco. Santos que não são só um exemplo para a nossa vida quotidiana, mas que, sobretudo, nos ensinam o valor da oração:
“Os santos são homens e mulheres que entram profundamente no mistério da oração. Homens e mulheres que lutam com a oração, deixando rezar e lutar neles o Espírito Santo; lutam até ao limite, com todas as suas forças, e vencem, mas não sozinhos: o Senhor vence neles e com eles.”
E estas sete testemunhas agora canonizadas “combateram a boa batalha da fé e do amor com a oração” – sublinhou o Santo Padre:
“ Por isto permaneceram firmes na fé, com o coração generoso e fiel. Pelo seu exemplo e sua intercessão, Deus conceda também a nós de sermos homens e mulheres de oração; de gritar dia e noite a Deus, sem nos cansarmos; de deixar que o Espírito Santo reze em nós, e de rezar apoiando-nos uns aos outros para permanecer com os braços levantados, até que vença a Divina Misericórdia.”
O cansaço é inevitável – disse o Papa – mas com o apoio dos nossos irmãos e com a oração podemos seguir em frente. O agir cristão necessita de comportamentos bem concretos: “ser firmes na oração para permanecer firmes na fé e no testemunho” – afirmou Francisco.
No final da Missa celebrada na Praça de S. Pedro o Papa Francisco recitou a oração do Angelus. Na sua mensagem o Santo Padre saudou os fiéis vindos de vários países, em particular, aqueles que vieram dos países de origem dos sete santos canonizados nesta celebração. Delegações oficiais da Argentina, Espanha, França. Itália e México. “O exemplo e a intercessão destas luminosas testemunhas sustenham o empenho de cada um nos respetivos âmbitos de trabalho e de serviço, para o bem da Igreja e da comunidade civil” – disse Francisco.
Entretanto, o Papa Francisco referiu-se ao Dia Mundial contra a pobreza que tem lugar nesta segunda-feira dia 17 de outubro:
“Unemos as nossas forças, morais e económicas, para lutar juntos contra a pobreza que degrada, ofende e mata tantos irmãos e irmãs, fazendo políticas sérias para as famílias e para o trabalho” – disse o Santo Padre na oração do Angelus neste domingo dia 16 de outubro.
O Papa Francisco a todos deu a sua bênção.

fonte: Radio Vaticano

Clique aqui e conheça o perfil dos setes Santos canonizados pelo Papa Francisco no dia 16 de outubro de 2016!

Comunidade Anuncia-Me

Somos leigos consagrados, nossa missão é anunciar o evangelho a toda criatura, alem do nosso projeto social Espaço Vida, visando a recuperação do ser humano como um todo.

Últimos Artigos

Faça um comentário